sábado, 12 de junho de 2010

Makes do terceirto dia de SPFW!!!

No terceiro dia de SPFW o foco da beleza ficou com os olhos. Com muito glitter, grafismos, cílios postiços e sombras com toques de brilho, ao lado de cabelos nada caretas. A ordem é bagunçar. Tirar os fios do lugar comum, aplicar textura para ficar com cara de sujinho, prender não prendendo, trançar deixando solto.

CAVALERA
Robert Estevão embelezou as modelos em clima de festa, com muito brilho e jovialidade. Boca com batom magenta e glitter por cima, olhos delineados de azul turquesa com mais glitter. Mas, quando as pálpebras eram totalmente preenchidas com glitter (de três cores diferentes), e borradinho rente aos cílios inferiores, a boca era nada e a sobrancelha apagada. Robert contou que o truque é parecer que a menina dormiu de glitter. Nas bochechas, um blush cremoso bem suave, para não pesar. Os cabelos tinham cara de quem se divertiu e dançou a noite inteira, sempre presos, ou em rabos de cavalo, ou em coques despretensiosos, com fios arrepiadinhos, meio soltos. E para fazer jus à “festa de debutante”, presilhas de strass. Para os meninos, topetes.

MARIA BONITA
A mulher de Maria Bonita é do Nordeste brasileiro. Celso Kamura investiu em uma maquiagem árida, com pele apenas corrigida, boca apagada com corretivo e onde o único toque de cor era um blush rosado, nas bochechas, que subia para o nariz, dando a impressão de queimada de sol. O cabelo vinha de uma risca lateral, com uma trança em diagonal, que começava “raiz” de um lado e acabava meio solta do outro, como uma grande franja. Mas o mais legal era que o lado meio solto, desfiadinho, com fios bagunçados, passavam a (estranha) sensação de aridez, de quem caminha pela caatinga, efeito conseguido pela aplicação de airbrush bege, que fez as vezes de poeira. E bem na raiz da franja, um meladinho, com jeito de suado.

WILSON RANIERI
Saulo Fonseca escolheu o tom mais presente na coleção de Wilson Ranieri e transformou em maquiagem: o perolado. Para isso, intensificou o olhar com sombra marrom nos cantos internos, para ser forte de maneira sutil, e preencheu a pálpebra com tons de cinza. O resto do make é leve, não tem máscara e o blush é marrom, para desenhar o rosto. Destaque mesmo é a boca perolada, cintilante, novidade quando tudo aponta para a tendência opaca. “A gente queria fazer uma beleza etérea”, contou o maquiador. O cabelo, meio preso revoltadinho, com volume no topo da cabeça e textura enrolada marota (feita com baby liss e depois bagunçadinha com os dedos), pode muito bem ser adaptado e usado por todas as mulheres que gostam do tradicional.

MOVIMENTO
Na beleza de Robert Estevão, os olhos contavam com um delineador preto fino, sem ponta para fora, com um borradinho pêssego nas pálpebras, que saltava sutilmente para fora dos olhos, iluminador no canto interno e máscara nos cílios superiores. Nos lábios, apenas hidratante, e como de praxe na maquiagem de beachwear, um pó bronzeador na área das têmporas até a maçã do rosto. Charme extra com a sobrancelha penteada pra cima, que Robert diz deixar o olhar mais displicente. O cabelo arrematava o look sexy/cool, com uma trança lateral que começava, virava rabo bagunçado e terminava em trança novamente. Tudo com mechas e fios soltos, e um volume desfiado no topo da cabeça. Uma coisa meio “estou o dia inteiro na praia com esse mesmo cabelo”. Alguns looks levavam faixas na cabeça, com penas.

SIMONE NUNES
Robert Estevão foi buscar referências direto da areia para as meninas da Simone Nunes. O surfwear, o mar, o brilho do sol refletido na pele das garotas. Para isso, Robert fez uma maquiagem bem suave, com jeito de mulher saindo do banho, com cabelo quase seco solto (com a textura natural de cada modelo), make com toques de bronzeado, mas sem exageros, com blush bronze-alaranjado aplicado das maçãs até o comecinho dos olhos, que se misturava com tons marrons na pálpebra. A boca apagada, mas com brilho de gloss incolor, finaliza essa beleza com gosto de água do mar.

SAMUEL CIRNANSCK
Celso Kamura elegeu o laranja como cor chave e se inspirou nos anos 1960, fazendo um delineado gráfico laranja, um pouco acima do côncavo, ou linha reta na pálpebra com delineador nos cílios inferiores, cílios postiços enormes, máscara nos cílios inferiores, blush alaranjado bem marcado e batom pêssego. O cabelo podia ser decorado com três perucas diferentes: corte tigela, outra que era mais um aplique de volume e uma terceira bastante comprida, aplicada ao cabelo puxado. Em todas, o cabelo natural da modelo sempre aparecia e fazia um contraste divertido.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails